top of page
alta-letícia-1a3m-58 (3).png

Perguntas
Frequentes

Fotografia: Rejane Wolff

  • Como sua abordagem é diferente do treinamento tradicional do sono?
    A abordagem Baby-Led Sleep™ te encoraja a ouvir seus instintos como pai e mãe e se conectar com seu bebê. Encontramos soluções para o sono por meio de práticas parentais responsivas, ao mesmo tempo em que fortalecem o relacionamento entre pais e filhos. Nossa abordagem respeita e nutre o sistema de apego, apoia a progressão natural do desenvolvimento, dá aos pais uma compreensão de como é o sono “normal” do bebê, aprecia o cérebro ainda em desenvolvimento do seu bebê e o instinto de sobrevivência dominante, incentiva os pais a acreditar e seguir seus seus próprios instintos e capacita as famílias a fazerem mudanças para melhorar a qualidade do sono do bebê. Acreditamos que cada bebê é único, nascido em uma família com sua própria dinâmica, portanto, não oferecemos um plano de sono padrão ou com regras para as famílias seguirem. NÃO promovemos nenhuma forma de métodos de treinamento que encorajem a separação, desmame, abandono e/ou isolamento.
  • Meu bebê vai chorar?
    Ao fazer alterações na rotina, padrões e/ou associações de sono de uma criança, prevemos que pode haver lágrimas. A diferença em nossa abordagem é que seu filho NUNCA é deixado para chorar sozinho. As lágrimas são a maneira de a criança se comunicar conosco (especialmente quando ela é muito jovem para falar), e não queremos sufocar sua comunicação. Em vez disso, ensinaremos como apoiar amorosamente as lágrimas enquanto implementamos as possíveis mudanças. Lágrimas e expressão de emoções podem deixar os pais desconfortáveis; trabalharemos juntos para entender a importância das lágrimas e nos sentirmos mais à vontade para apoiar as expressões emocionais de seu filho.
  • Por que devo trabalhar com você?
    Sou uma mãe que provavelmente passou (e ainda está passando) pelos mesmos desafios que você e seus pequenos. Questionei o treinamento do sono, me senti sem apoio em consultórios médicos e com familiares e amigos, e experimentei formas de treinamento de sono “suave”. Fui ajudada por uma consultora que trabalhava com essa abordagem e me senti acolhida, empoderada e principalmente ajudada. A decisão de estudar e me profissionalizar é porque quero compartilhar esse conhecimento com todas as mães que conheço. E é isso que estou aqui para fazer, você não está sozinha nessa.
  • Você trabalha com crianças?
    Sim. Principalmente, trabalhamos com bebês e crianças de 0 a 36 meses, no entanto, podemos trabalhar com crianças mais velhas caso a caso. Se o seu filho tiver mais de 36 meses, envie-nos um e-mail e podemos discutir as opções.
  • Ainda posso amamentar à noite?
    Com certeza! Amamentação sempre deve ser respeitada, nao importa o horário. Apoiamos muito a amamentação à noite, se isso estiver funcionando para você e seu bebê.
  • Ainda posso compartilhar a cama?
    Sim! Não podemos “recomendar” o compartilhamento de cama, no entanto, desde que você siga as diretrizes de compartilhamento de cama seguro e esteja funcionando para você e sua família, nenhuma alteração será feita nessa área.
  • Quanto tempo isso levará/meu bebê dormirá a noite toda quando terminarmos?
    Cada criança e cada família são únicas e se movem em seu próprio ritmo. Como este não é um plano simples, não podemos fornecer uma linha do tempo exata de quanto tempo levará para fazer as alterações ou quanto tempo seu filho levará para dormir durante a noite, pois varia para cada família. Dito isto, forneceremos ferramentas e soluções que o guiarão ao longo da jornada do sono do seu filho.
  • Mas, você não está aqui para a solução rápida, está? Por que você não usa métodos de treinamento do sono ou choro?
    Biologicamente falando, os bebês não precisam ser treinados para aprender a dormir. Os bebês dormem no útero sem nenhum treinamento, pois não é uma habilidade, mas uma função biológica. Os bebês são projetados para acordar com frequência, pois este é um fator de proteção. A maior necessidade que uma criança tem é o apego. Portanto, não acreditamos em separar a criança dos pais ao fazer alterações no sono. Por serem incapazes de compreender a permanência do objeto até idades mais avançadas, essa separação só levará a criança ao medo e ao estresse, sem saber se o pai retornará quando estiver pedindo ajuda. A pesquisa mostrou que um bebê treinado para dormir não está necessariamente dormindo durante a noite, mas eles simplesmente não estão mais sinalizando para seus pais quando acordam. Por último e pessoalmente, eu tentei o treinamento do sono (antes de obter conhecimento e Certificação de Sono e Bem-estar Baby-Led Sleep™) e não apenas não se encaixava bem no meu modo de maternar, como também não funcionou para minhas filhas.
  • Estamos viajando em breve, devemos esperar até depois da viagem para trabalhar com você?
    Recomendamos esperar até que você esteja em casa depois de viajar para iniciar as alterações do sono. Viajar muitas vezes atrapalha o sono e queremos que a criança esteja no conforto de sua própria casa antes de fazer qualquer mudança.
  • Meu filho está doente ou com dente nascendo, agora é um bom momento para trabalhar com você?
    Recomendamos esperar até que a doença tenha passado ou os dentes tenham surgido, para fazer qualquer alteração no sono. Doenças e dentição muitas vezes causam aumento dos despertares noturnos e exigem conforto e apoio extra dos pais, este não é o momento ideal para começar a fazer mudanças na rotina de sono. Não vê sua pergunta listada aqui? Envie um e-mail para sonecando.nicole@gmail.com ou marque uma consulta gratuita de 15 minutos, ficarei feliz em discutir qualquer dúvida que você possa ter.

Rejane Wolff

bottom of page